Unidade Bela Vista

Ortopedia | Núcleo de Medicina do Joelho | Medicina do Esporte

Rua Barata Ribeiro, 398 | 3º andar  

Próxima ao Hospital Sírio Libanês

Horário de atendimento: segunda à sexta das 8h às 19h

WHATSAPP 11 94709-4949

Unidade Ipiranga
Ortopedia

Rua Arcipreste Andrade, 727 | conj 145  

Próxima ao metrô Sacomã

Horário de atendimento: segunda à sexta: 8h30 às 17h30

WHATSAPP  11 99476-6398

Unidade Itaim
Ortopedia | Medicina do Esporte

 

Rua Bandeira Paulista, 716 conj 42

Próxima ao Hospital Sírio Libanês Itaim

Horário de atendimento: segunda à sexta: 9h às 18h

WHATSAPP 11 98111-9943

NOVA!

Unidade Vila Mariana
Fisioterapia

 

Rua Vergueiro, 3086 | conj 61 

Próxima ao metrô Vila Mariana

Horário de atendimento: segunda à sexta: 8h às 17h

WHATSAPP  11 96843-5680

Horário de Atendimento
segunda à sexta: 8h às 19h
Itaim . Bela Vista . Vila Mariana . Ipiranga

Resp. Técnico: Dr. Pedro Baches Jorge  CRM 117.484

  • Branca Ícone Instagram
  • White Facebook Icon
  • White YouTube Icon

Dor lombar: evite tratamentos inúteis e nocivos

Dor lombar é a principal causa de incapacidade no mundo, sendo cada vez mais comum entre as pessoas. Contudo, apenas uma pequena parcela dos casos (cerca de 5%) tem uma causa patológica bem definida, como nos casos de fratura vertebral ou infecção. Na grande maioria, não é possível identificar a causa específica da dor, que normalmente tem origem muscular.

 

O excesso de exames e procedimentos

 

As pessoas com dor lombar são geralmente submetidas desnecessariamente a exames de imagem, como raio x, tomografia ou ressonância magnética – o que não é recomendado, pois, além de não identificar a causa, ainda os tornam mais propensos a receberem cuidados desnecessários.

 

Também é comum que sejam aconselhadas a fazer repouso, se afastando do trabalho e se mantendo menos ativas – quando elas deveram fazer exatamente o contrário. Os indivíduos que se afastam costumam ter prognósticos piores do que os que se mantêm ativos, conforme pesquisas.

 

O tratamento ideal

 

O primeiro passo do tratamento é educacional. O paciente precisa saber se o caso de dor lombar é grave ou não, pois mesmo sendo uma dor forte ou reincidente, a solução pode ser simples. O uso de medicamentos não deve ser abusivo e o acompanhamento com fisioterapia é fundamental.

 

 

É preciso deixar o sedentarismo de lado e se movimentar, podendo realizar caminhadas ou natação. Problemas de ansiedade, estresse e depressão também possuem alguma ligação com a lombalgia, sendo muito interessante que seja feito um acompanhamento psicológico.

 

Se você tiver dúvidas sobre tratamento da dor lombar, procure um especialista em coluna da Clínica SOU.

 

Dor lombar: não é isso que vai parar você.

 

 

 

Dr. Bruno César Aprile
CRM 117607 / TEOT 10919

​Formado em medicina com especialização em Ortopedia pela Santa Casa de São Paulo

Membro titular da Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia

Membro titular da sociedade Brasileira de Coluna

Especialista em técnicas minimamente invasivas

Especialista em técnicas de endoscopia da coluna

 

Share on Facebook
Please reload

Artigos relacionados:

Please reload